Publicidade
Imagem de apresentação de Green Day conquista o Monte do Gozo: assim foi o primeiro dia do festival O Son do Camiño
Green day no O Son Do Camiño 2024 / Paulo Pinho

Green Day conquista o Monte do Gozo: assim foi o primeiro dia do festival O Son do Camiño

O festival continua esta sexta-feira com concertos muito aguardados, incluindo Pet Shop Boys, Myke Towers, Love of Lesbian e La Oreja de Van Gogh. O primeiro dia contou com mais de 40 mil pessoas.

Imagem de perfil de Ana Quintanilha
Ana Quintanilha
Jornalista
Imagem de perfil de Paulo Pinho
Paulo Pinho
Fotógrafo
Sexta-feira, 31 de Maio de 2024, às 11:59

O festival O Son do Camiño arrancou esta quinta-feira, com dois dos concertos mais aguardados: Green Day e J Balvin. Mais de 40 mil pessoas, das quais mais de 40% vindas de fora da Galiza, dirigiram-se ao Monte do Gozo para aproveitar ao máximo um dos festivais mais estabelecidos e influentes, tanto a nível nacional como internacional.

Durante a tarde, centenas de pessoas foram chegando ao recinto, transportadas por autocarros. Determinadas a aproveitar ao máximo o festival, entravam pouco a pouco. A roda gigante, ideal para fotos, assim como os brilhos e a purpurina, estiveram presentes no primeiro dia. Apesar do vento e da descida de temperatura, o público não deixou de vibrar com as diversas atuações nos três palcos.

Green Day, os protagonistas da noite

Desde o início da tarde, o bom ambiente já era notório, mas o momento culminante no Monte do Gozo foi o tão esperado concerto dos Green Day. A banda, composta por Billie Joe Armstrong, Mike Dirnt e Tré Cool, que tem apenas mais uma data agendada em Espanha, chegou a Santiago com a sua digressão "The Saviors Tour". Foi um dos principais nomes do cartaz que mais expectativas gerou nesta edição e não desiludiu. À medida que se aproximava das 22h30, hora em que os Green Day subiriam ao palco Estrella Galicia, milhares de pessoas foram enchendo o recinto até que ficou completamente lotado.

O público, cuja média de idade era superior à dos concertos anteriores, embarcou numa viagem à sua juventude com canções como "Basket Case" e "Wake Me Up When September Ends". No entanto, foi quando começaram a tocar temas como "American Idiot" e "Boulevard of Broken Dreams" que o público se entusiasmou ainda mais, cantando em coro.

Antes dos Green Day, no palco Xacobeo, subiu ao palco o colombiano J Balvin, numa das atuações mais aguardadas do primeiro dia. O artista de Medellín mostrou em Compostela por que é um dos nomes mais importantes da indústria do reggaeton, fazendo o público jovem e dedicado dançar e cantar com os seus sucessos. "Rojo", referências a "Con Altura" (em colaboração com Rosalía), "In da Getto", "Loco Contigo" e "Safari" foram alguns dos temas mais aclamados pelo público. A atuação contou até com a presença de um fã mascarado de Homem-Aranha, convidado ao palco pelo colombiano. J Balvin fez também constantes referências à cidade, como durante a canção "La Gente", onde incluiu um "Que boa vibra se sente Compostela".

Às 19h20, antes de J Balvin, foi a vez de Arde Bogotá, um dos grupos de indie-rock mais populares de Espanha. Os de Cartagena chegaram com uma missão clara: incendiar o Son, e conseguiram, com milhares de pessoas a cantar, dançar e saltar ao ritmo das suas músicas. Um espetáculo cheio de energia, onde temas como "Antiaéreo", "Cariño", "Exoplaneta" e "Los Perros" foram dos mais aclamados pelo público.

O rapper Fernandocosta, vindo de Ibiza, foi outra das atuações imperdíveis para o público mais jovem. Apesar de ter sido um dos primeiros a atuar, conseguiu conectar com a audiência do Son, fazendo-os saltar e cantar as suas letras.

Antes de tudo isto, o galego Amoebo foi o responsável por dar início a esta edição do O Son do Camiño. Depois, seguiram-se os Hot Milk, de Manchester, os vigueses Maryland e The Interrupters.

Abrir e fechar defininições de cookies