Publicidade
Imagem de apresentação de Olivia Rodrigo na MEO Arena: uma noite de emoção e nostalgia adolescente
Olivia Rodrigo na MEO Arena / Paulo Pinho

Olivia Rodrigo na MEO Arena: uma noite de emoção e nostalgia adolescente

Olivia Rodrigo estreou-se em Portugal na MEO Arena, em Lisboa, com um concerto repleto de nostalgia dos anos 90, apresentando sucessos dos álbuns "SOUR" e "GUTS" e cativando o público com a sua presença carismática e atuação vocal impecável.

Imagem de perfil de Sofia Felgueiras
Sofia Felgueiras
Jornalista
Imagem de perfil de Paulo Pinho
Paulo Pinho
Fotógrafo
Domingo, 23 de Junho de 2024, às 09:00

Olivia Rodrigo fez a sua estreia em Portugal com um concerto memorável na MEO Arena, em Lisboa, onde trouxe à tona a intensidade e a angústia típica da adolescência. A cantora norte-americana, conhecida pelos seus álbuns "SOUR" e "GUTS", ofereceu um espetáculo de 90 minutos cheio de emoção, onde cada música contava uma história com a qual muitos se identificaram.

A atmosfera da noite lembrava um típico baile de finalistas americano, imbuído de uma nostalgia dos anos 90. O ambiente estava repleto de cores como violeta, lilás e púrpura, remetendo para as capas dos seus álbuns e criando uma sensação de juventude e sonho.

O público, predominantemente feminino e jovem, encheu a arena com um entusiasmo contagiante. Muitos vinham vestidos a rigor, com lantejoulas e faixas de "miss", reforçando o sentimento de estarem a viver um momento especial. A abertura do concerto ficou a cargo de Remi Wolf, que conseguiu aquecer a plateia com a sua energia vibrante, preparando o caminho para a entrada triunfante de Olivia.

Olivia Rodrigo abriu o espetáculo com "bad idea, right?" e "ballad of a homeschooled girl", mas foi com "vampire" que a arena explodiu de entusiasmo. Músicas como "traitor" e "drivers license" mantiveram a energia em alta, mostrando a forte ligação do público às suas letras sinceras e emotivas.

A cantora não deixou de interagir com os fãs, saudando-os de todas as partes da arena enquanto interpretava "logical" e "enough for you", num momento que destacou a sua proximidade e conexão com o público. A sua atuação vocal foi impecável, mesmo em músicas mais desafiantes como "happier" e "favorite crime", onde demonstrou grande versatilidade e entrega.

Olivia apresentou também músicas mais enérgicas como "brutal" e "all-american bitch", mostrando o seu talento interpretativo ao lado de uma banda composta exclusivamente por mulheres e pessoas não-binárias. A sua autenticidade e profissionalismo explicam a profunda ligação com os fãs, que cantaram cada palavra com uma paixão intensa.

Ao encerrar a fase europeia da sua digressão mundial, Olivia Rodrigo deixou uma marca indelével na MEO Arena, mostrando que os sentimentos da adolescência são intemporais. Através de histórias de revolta, afirmação, crises de autoconfiança e depressão, a cantora capturou a essência de uma geração, provando que emoções como ciúme, rejeição e desgosto nunca saem de moda.

Alinhamento completo do concerto:

bad idea right?

ballad of a homeschooled girl

vampire

traitor

drivers license

teenage dream

pretty isn't pretty

love is embarrassing

making the bed

logical

enough for you

lacy

happy birthday to you

so american

jealousy, jealousy

happier

favorite crime

deja vu

the grudge

brutal

obsessed

all-american bitch

Encore:

good 4 u

get him back!

Abrir e fechar defininições de cookies