Publicidade

Agenda

23Ago

EDP Vilar de Mouros

Vilar de Mouros

24Ago

EDP Vilar de Mouros

Vilar de Mouros

25Ago

EDP Vilar de Mouros

Vilar de Mouros

11Set

Thirty Seconds To Mars

Braga

02Out

José González

Lisboa

25Out

Kurt Vile & The Violators

Lisboa

26Out

Kurt Vile & The Violators

Porto

Publicidade

Sáb, 21 Jan 2017 às 12:03

Sum 41 dominaram o Coliseu de Lisboa com uma imensidão de vozes

Os Sum 41 voltaram a Portugal no dia 20 de janeiro deste novo ano, com nova vida, novo álbum e muito rock para dar no Coliseu de Lisboa.

Foi para apresentar o álbum “13 voices”, editado em outubro de 2016, que os canadianos viajaram para Portugal.

As músicas mais recentes acompanharam o processo de recuperação do líder da banda, que esteve em risco de vida. É assim, com vida renovada que os Sum 41 encaram os novos dias, após já 20 anos de existência da banda.

Alguns dos temas mais marcantes fizeram o Coliseu estremecer e exaltaram o público. Assistia-se a uma simbiose entre os músicos e o público. A percussão das músicas dava o ritmo para os movimentos e saltos na plateia.

A dada altura era já difícil manter a distância e o cantor Deryck Whibley, literalmente, caiu nos braços dos fãs e foi transportado até ao centro do Coliseu enquanto cantava “Walking Disaster” para entoar ainda com mais força a letra sentimentalista e apaixonada de “With Me”.

A empatia era “In Too Deep” (profunda demais). “Still Waiting” foi outra prova de como foi preparada a ligação entre passado, presente e futuro na noite que relembrou grandes sucessos da carreira.

Galeria

Etiquetas

Artigos semelhantes

  • [CAPA-EXISTE] [/CAPA-EXISTE]
    [SECCAO-EXISTE]

    [SECCAO-NOME-SINGULAR]

    [/SECCAO-EXISTE]

    [NOME]

    [LISTA-INTERVENIENTES] [LISTA-INTERVENIENTES-PRIMEIRO] por [/LISTA-INTERVENIENTES-PRIMEIRO] [LISTA-INTERVENIENTES-SEGUINTES], [/LISTA-INTERVENIENTES-SEGUINTES] [LISTA-INTERVENIENTES-TEMPLATE] [INTERVENIENTE-NOME] [/LISTA-INTERVENIENTES-TEMPLATE] [/LISTA-INTERVENIENTES]