/ Backstage - Ana Ribeiro
Seg, 16 Dez 2019 às 10:16

Rui Veloso no Super Bock Arena: Uma celebração do Natal e de 40 anos de carreira

Perante um Super Bock Arena esgotado, Rui Veloso deu um concerto que nos relembrou mais uma vez da sua grandeza e intemporalidade, juntando gerações para celebrar a sua carreira.

Um concerto a solo de Rui Veloso, atualmente, é uma ocasião algo rara e de grande impacto no cartaz cultural nacional. Juntando a isto a localização caseira e uma sala recentemente renovada, que o artista descreveu como “a melhor casa de espetáculos da cidade”, estavam reunidas as condições para o crescimento das expectativas do público. Felizmente, estas não foram de todo infundadas.

Rui Veloso alcançou, ao longo das suas décadas de carreira, uma relação profundamente especial com o público, especialmente com a gente portuense, aproximando as pessoas das suas canções como poucos artistas o conseguem. Este espetáculo foi um testemunho a isso mesmo. Alternando entre temas intimistas e arranjos elaborados, o ambiente que se fez sentir nunca deixou de ser extremamente familiar, mesmo com a elevada dimensão da sala. Olhando em redor, era possível ver a longevidade do artista, com pessoas de todas as idades reunidas em volta de um artista que transcende gerações.

Durante quase 3 horas viajou-se pela carreira do cantor. Apesar de alguns temas emblemáticos como “Canção de Alterne” e “Fado do Ladrão Enamorado” terem sido deixados de parte, foram tocadas canções que já não eram apresentadas ao vivo há 30 anos.

Num dedilhado que lhe é tão característico, o guitarrista introduziu o primeiro tema da noite, “Guardador de Margens”. Estava criado um ambiente de total compenetração nos sons produzidos pelo músico e a sua banda, que durou durante toda a atuação.

Alternando entre as guitarras acústica e elétrica e a harmónica, o artista foi acompanhado por um grupo de instrumentistas irrepreensível e um trio vocal de apoio brilhante. Seguiu-se um contínuo de música sem qualquer pausa que deliciou o público. O artista tocou temas mais conhecidos do público como “Nunca me esqueci de ti”, “Porto Covo” e “Primeiro Beijo”, assim como canções mais antigas e menos esperadas, mas que não deixaram de espantar o mesmo pela sua beleza, como os temas “Sei de uma Camponesa”, do seu primeiro álbum e “Guadiana”.

Há imensos pormenores a salientar que contribuíram para um espetáculo inesquecível. A adição de percussões pequenas, de sinos, chimes e um saxofonista, que embelezou todos os tema em que participou, elevaram a sonoridade dos seus temas a um outro nível.

O espanhol António Serrano, convidado especial, fez o Porto render-se à sua mestria ímpar na harmónica. Entre solos de blues como em “Chico Fininho” e uma desgarrada de harmónica em conjunto com Rui Veloso, o momento que teve a maior reação do público foi um solo melodioso e simplesmente lindo em “Elétrico Amarelo”, tema que o artista ainda não gravou, mas deixou bem assente a vontade de o fazer.

Bezegol subiu também a palco, tendo cantado o seu tema conjunto “Maria”, para deleite do público, que o acarinha como uma das grandes figuras musicais da cidade.

Após uma saída de palco que assustou o público, que estava sedento por mais do artista, Rui Veloso voltou para interpretar mais 7 temas, num tom mais intimista, que derreteu o público. “Paixão” e “Porto Sentido” puseram toda a sala a cantar em uníssono, numa visão inacreditável que revelou mais uma vez o quanto os temas de Rui Veloso e as letras de Carlos Tê significam para a cidade.

O artista tocou ainda “Presépio de Lata”, relembrando a todos que, para todos os efeitos, o concerto era de Natal, embora se tivesse tornado muito mais que isso. Por fim, e já com toda a sala de pé, “Cavaleiro Andante” foi o tema escolhido para fechar uma noite memorável.

Se havia necessidade de provas, Rui Veloso voltou a mostrar que a sua música está mais relevante que nunca, juntando gerações num concerto que deixou “miúdos e graúdos” rendidos a um dos maiores músicos da história do país.

Texto: Diogo Freitas

Galeria

Etiquetas

Publicidade

Agenda

15Abr

Bon Iver

Lisboa

22-23Mai

North Music Festival

Porto

30Mai

Bill Callahan

Porto

31Mai

Bill Callahan

Coimbra

01Jun

Bill Callahan

Lisboa

11-13Jun

NOS Primavera Sound

Porto

20-28Jun

Rock in Rio Lisboa

Lisboa

Publicidade

Artigos semelhantes

  • [CAPA-EXISTE] [/CAPA-EXISTE]
    [SECCAO-EXISTE]

    [SECCAO-NOME-SINGULAR]

    [/SECCAO-EXISTE]

    [NOME]

    [LISTA-INTERVENIENTES] [LISTA-INTERVENIENTES-PRIMEIRO] por [/LISTA-INTERVENIENTES-PRIMEIRO] [LISTA-INTERVENIENTES-SEGUINTES], [/LISTA-INTERVENIENTES-SEGUINTES] [LISTA-INTERVENIENTES-TEMPLATE] [INTERVENIENTE-NOME] [/LISTA-INTERVENIENTES-TEMPLATE] [/LISTA-INTERVENIENTES]