Qui, 23 Jun 2016 às 15:55

Entrevista: Vanessa da Mata de regresso a Portugal

Cinco anos depois, Vanessa da Mata está de regresso ao nosso país com espetáculos nos dias 24 e 25 de junho, no Coliseu de Lisboa e no Coliseu do Porto, respetivamente.

Os concertos inserem-se na tour de promoção do seu mais recente álbum, Segue o Som, lançado em 2014.

A Backstage falou com a artista brasileira que nos falou um pouco do que podemos esperar destes dois espetáculos e da sua carreira musical.

BS: Como é atuar em Portugal e o que te faz voltar?

Vanessa: Atuar em Portugal é ser ouvida de maneira diferente! É como se em cada lugar a minha música – minha pois também a componho - fosse ouvida e percebida com cenários diferentes. Isso porque em cada lugar tudo muda, o cenário, as cores, o perfume, a cultura. E é a saudade que me faz voltar!

BS: E em relação a novos trabalhos musicais...?

Vanessa: Estou decidindo se esse ano farei DVD ou um novo álbum. Estou compondo novas canções, mas ainda não decidi quais irão integrar o novo registo.

BS: O que nos reservam os espetáculos de sexta e sábado?

Vanessa: É um concerto delicado, como o nome indica. É uma experiência que tem para mim a ideia de intimidade, com músicas do meu repertório, tocadas sem tantos instrumentos. Elas estão nuas, quase como uma pessoa em sua casa, cantando apenas com dois músicos ao violão. Elas ficam lindas e totalmente diferentes de um concerto grande – que eu também gosto!

Possivelmente será difícil voltar assim. São músicas que fizeram parte da minha casa e me acompanharam desde a infância. Uma delas eu cantava com minha avó, outra ouvia em ritmo sertanejo e estamos cantando com uma guitarra em ritmo rock ‘n’ rol, e “BoaSorte”, que estamos cantando exclusivamente para Portugal. Não andava pelos meus concertos há mais de dois anos!

BS: Como caraterizas o teu percurso musical até agora?

Vanessa: Vejo a minha carreira de maneira muito respeitosa. O fato de ter ganho Grammys e outros prémios, de ter atuado em vários países ou ter sido indicada por revistas importantes no panorama musical, me faz feliz e orgulhosa do meu trajeto até aqui. Mas o que me faz sentir verdadeiramente reconhecida, enquanto artista, é ver, ouvir e saber que milhares de pessoas se divertem com a minha música, música que eu criei, para a qual dei os meus sentimentos e emoções e que serviram, e servem, para fazer as pessoas cantarem, serem felizes, pensarem e extravasarem suas angústias! Isso sim me faz sentir que o caminho que segui até aqui valeu muito a pena.

Não percas estes dois grandes espetáculos!

Texto: Leonor Rodrigues

Etiquetas

Publicidade

Agenda

2021Nov

André Rieu

Lisboa

2123Nov

O Fantasma da Ópera em concerto

Lisboa

2223Nov

Super Bock em Stock

Lisboa

23Nov

Vossa Nossa

Porto

23Nov

Expensive Soul

Lisboa

23Nov

Luís Represas

Porto

24Nov

Roupa Nova

Lisboa

Publicidade

Artigos semelhantes

  • [CAPA-EXISTE] [/CAPA-EXISTE]
    [SECCAO-EXISTE]

    [SECCAO-NOME-SINGULAR]

    [/SECCAO-EXISTE]

    [NOME]

    [LISTA-INTERVENIENTES] [LISTA-INTERVENIENTES-PRIMEIRO] por [/LISTA-INTERVENIENTES-PRIMEIRO] [LISTA-INTERVENIENTES-SEGUINTES], [/LISTA-INTERVENIENTES-SEGUINTES] [LISTA-INTERVENIENTES-TEMPLATE] [INTERVENIENTE-NOME] [/LISTA-INTERVENIENTES-TEMPLATE] [/LISTA-INTERVENIENTES]