/ Paulo Pinho - Backstage
Qui, 6 Jun às 10:53

Ed Sheeran fez da Luz um caminho de estrelas

No domingo passado, dia 3 de junho, o Estádio da Luz em Lisboa recebeu o segundo concerto da tour "Divide" de Ed Sheeran. Há dez anos atrás passava despercebido, tocava nas ruas e demonstrava a composição das músicas em bares ao fim-de-semana. Hoje, corre o mundo em tour, esgota concertos e faz músicas para bandas sonoras dos filmes que somos viciados.

As portas abriram-se às 17:00 e a multidão começou a encher o estádio. Os espetáculos de abertura contaram com o estilo rock/country do americano Ben Kweller, com a cantora Zara Larsson e a popular música "Symphony" e por fim a voz inconfundível de James Bay que terminou o concerto com o sucesso "Hold Back The River".

Existem concertos bons, concertos mais ou menos e existe o concerto do Ed Sheeran. O concerto em que não havia uma música que não se gostasse, mas sim um espetáculo de ficar sem voz no dia seguinte. E assim foi, às 21:00 certas, de guitarra na mão, caixa de loops no pé e com o palco inteiro para si, Ed Sheeran começou com "Castle on The Hill" e o estádio cantava numa só voz.

Depois de ter estado pela última vez em Portugal, no Rock in Rio 2014, e falar sobre a sua evolução desde então até aos dias de hoje, seguiu-se "The A Team", música que pertence ao repertório de todos os concertos. Foi uma das suas primeiras composições e acompanha o percurso desde que era um desconhecido a tocar para 10 pessoas para o artista que faz música para milhões.

"Hoje vou usar a minha voz com vocês, tenho os próximos quatro dias livre, por isso quero que gritem comigo", avisou o cantor antes de começar a música "Dive" e no estádio da Luz só se ouvia "Don't call me baby, unless you need it". Os portugueses realizaram-lhe o pedido e mesmo no mais recente single "Don't care" com Justin Bieber, era possível ver os fãs de todas as idades a acompanhar o artista.

"O meu trabalho tem coisas muito boas, hoje conheci uma jovem muito simpática que me disse que a música favorita dela é a que produzi para o filme A culpa é das estrelas, por isso esta música é dedicada a ti". Logo a seguir, "All of Stars" encheu-se de braços no ar e tudo continuou assim com "Give me Love", "Galway Girl" e "I see fire".

"Esta letra vocês sabem, senão souberem estão no concerto errado" , assim surgiu a "Thinking Out Loud", acompanhada por um ecrã com um casal feito de astros e de flashs que percorriam o estádio. A Luz transformou-se num céu de estrelas. Daí em diante, "Photograph" e "Perfect" tiveram o mesmo efeito e foi impossível conter as emoções.

A noite estava perfeita, o pequeno jovem britânico de 28 anos, com cabelo ruivo e tatuagens era um gigante acompanhado por dois grandes ecrãs ao lado do palco. Sem playback e tudo produzido em direto. Os efeitos especiais eram uma caixa de surpresas cheia de sensações e tornavam a nossa relação ainda mais próxima com o artista.

Desapareceu por minutos e quando regressou para tocar "Shape of You" vinha com a camisola da seleção nacional portuguesa vestida, seguiram-se os gritos, palmas e as milhares de fotografias do artista com o símbolo nacional. Há concertos que estamos tão envolvidos com a música que não queremos que eles acabem e este era um deles.

Duas horas depois, o final deu-se com dez minutos de "You need me, I don't need you", uma música que foge um pouco ao registo ao que estamos habituados, mas que nos encantou como todas as outras.

Galeria

Etiquetas

Publicidade

Agenda

06Dez

Bryan Adams

Lisboa

07Dez

Bryan Adams

Braga

08Dez

Hans Zimmer

Lisboa

12Dez

The National

Lisboa

1623Jan

Madonna

Lisboa

16Fev

Alcione

Lisboa

07Mar

The 1975

Lisboa

Publicidade

Artigos semelhantes

  • [CAPA-EXISTE] [/CAPA-EXISTE]
    [SECCAO-EXISTE]

    [SECCAO-NOME-SINGULAR]

    [/SECCAO-EXISTE]

    [NOME]

    [LISTA-INTERVENIENTES] [LISTA-INTERVENIENTES-PRIMEIRO] por [/LISTA-INTERVENIENTES-PRIMEIRO] [LISTA-INTERVENIENTES-SEGUINTES], [/LISTA-INTERVENIENTES-SEGUINTES] [LISTA-INTERVENIENTES-TEMPLATE] [INTERVENIENTE-NOME] [/LISTA-INTERVENIENTES-TEMPLATE] [/LISTA-INTERVENIENTES]