Publicidade

Agenda

1820Jul

Nelson Mandela Music Tribute

Matosinhos

1921Jul

Super Bock Super Rock

Lisboa

2022Jul

MEO Marés Vivas

Vila Nova de Gaia

07Ago

MEO Sudoeste

Zambujeira do Mar

08Ago

MEO Sudoeste

Zambujeira do Mar

09Ago

MEO Sudoeste

Zambujeira do Mar

09Ago

Neopop

Viana do Castelo

Publicidade

Ter, 7 Fev 2017 às 17:55

Cage The Elephant estrearam-se no Porto com o “melhor concerto da tour”

O dia 06 de fevereiro estava reservado para Cage The Elephant no Coliseu do Porto. O concerto era tão esperado que foi preciso mudar a localização do inicial Hard Club para o Coliseu, rapidamente esgotado e a parecer pequeno para os milhares de fãs. Assim, a confirmação que a banda deu recentemente para o festival NOS Alive 2017, para o dia 08 de julho, foi mais do que bem-vinda pelos portugueses.

O concerto de estreia na cidade do Porto correu bem, a avaliar pelo agradecimento da banda no final da noite em que declarou que estava a ser “o melhor concerto da tour”.

O ambiente era caótico ainda antes do início do concerto, pois a banda Twin Peaks encarregou-se de preparar a festa para a entrada da banda principal. O público do Porto mostrou uma vontade indomável de estar no mesmo espaço que Matt Shultz, Brad Shultz, Daniel Tichenor e Jared Champion.

O caos transformou-se em celebração desde a subida ao palco dos músicos que trouxeram como prendas as amadas músicas “Cry Baby Cry”, “Mess Around”, “Too Late To Say Goodbye”, “Spiderhead”, “Cigarette Daydreams”, e muitas outras. O grande coro do público ajudou a cantar os temas apresentados, no meio de muitas palmas e gritos.

A adrenalina era o motor do concerto, visto que os Cage The Elephant não paravam de saltar e fazer voar guitarras no Coliseu. A plateia assistiu por duas vezes àqueles momentos em que os músicos são possuídos por um espírito criativo e não conseguem resistir a destruir instrumentos. Não faz mal, o público adorou e outra guitarra estava preparada para entrar em ação.

Durante a atuação, o vocalista apoiou-se na grade e representou o que é “Cage The Elephant” (“prender o elefante”), este gigante que não deixa nada igual depois da sua passagem. Os concertos desta banda são como uma transformação que contraria qualquer realidade tranquila. “Monótono” (ou “monotonous” em inglês) não é um adjetivo que exista no dicionário da banda norte-americana. Para demonstrar isso mesmo, o grupo promete abanar o Passeio Marítimo de Algés em julho.

Galeria

Etiquetas

Artigos semelhantes

  • [CAPA-EXISTE] [/CAPA-EXISTE]
    [SECCAO-EXISTE]

    [SECCAO-NOME-SINGULAR]

    [/SECCAO-EXISTE]

    [NOME]

    [LISTA-INTERVENIENTES] [LISTA-INTERVENIENTES-PRIMEIRO] por [/LISTA-INTERVENIENTES-PRIMEIRO] [LISTA-INTERVENIENTES-SEGUINTES], [/LISTA-INTERVENIENTES-SEGUINTES] [LISTA-INTERVENIENTES-TEMPLATE] [INTERVENIENTE-NOME] [/LISTA-INTERVENIENTES-TEMPLATE] [/LISTA-INTERVENIENTES]