Patrick Watson

Irreverência e talento de Patrick Watson sobem ao palco do Coliseu dos Recreios

Após atuar na Casa da Música, no Porto, no passado dia 24, Patrick Watson atuou no Coliseu dos Recreios, em Lisboa.

Segunda-feira, 24 de Fevereiro de 2020, às 19:26

Patrick Watson voltou este domingo, 23 de fevereiro, a Lisboa para atuar no Coliseu dos Recreios. O artista canadiano, que no dia 24 irá atuar na Casa da Música, no Porto, regressa a Portugal depois já ter passado pelo nosso país em 2018 para quatro concertos.

O artista português Filho da Mãe, que conta já com quatro álbuns editados, foi o primeiro a subir ao palco do Coliseu, já com uma casa bem composta e com algum público ainda a chegar. Sozinho em palco e apenas uma guitarra clássica nos braços, foi com uma atuação plena de dedilhados e efeitos que ao longo de meia hora o músico presenteou os espetadores.

Por volta das 22:15, Patrick Watson e os seus cinco elementos de banda subiram ao palco para uma atuação que duraria cerca de duas horas. E foi com um espírito bastante bem-humorado e conversador que Patrick Watson se apresentou perante o seu público. Como é natural, cada um dos seus temas terá por trás a sua própria história que lhe deu origem, e ao longo do concerto o artista fez sempre questão de dar esse contexto antes de cada atuação. Com muitas (e peculiares) gargalhadas à mistura – dificilmente quem esteve presente neste concerto vai esquecer aquelas constantes gargalhadas – foram várias as histórias partilhadas. Desde uma ida a um barbeiro vietnamita que dava cogumelos mágicos aos seus clientes, um passeio de carro durante a madrugada a sul dos Estados Unidos, conselhos matrimoniais de amigos ou uma atuação de um artista venezuelano, foram diversas as formas com que se deu aquele clique criativo que permitiu ao artista a criação de novos temas.

Com quatro luzes em palco a fazer lembrar faróis que iluminavam o Coliseu, o artista foi percorrendo temas do seu reportório, variando entre períodos de completa calma e tranquilidade, geralmente ao piano ou com as guitarras em acústico, para depois irromper num ambiente caótico de efeitos eletrónicos, criando assim um misto de sensações a quem assiste. Temas como Broken, Here Comes the River e Adventures in Your Own Backyard foram dos mais aclamados pelo público, mas a grande surpresa da noite deu-se quando Teresa Salgueiro, que em tempos foi vocalista dos Madredeus, foi chamada ao palco para um dueto em Wooden Hands. Patrick Watson conheceu a cantora portuguesa através da banda-sonora de Lisbon Story, de Wim Wenders, e desde então que tinha o desejo de partilhar o palco com a cantora. O encontro terminou com um apertado abraço entre os dois artistas e um agradecimento de Teresa Salgueiro, que confessou que não esperava este convite.

O encore deu-se de forma um pouco diferente, com o grupo a abandonar o palco e a surgir no lado oposto da sala, no camarote presidencial, para uma atuação acústica do tema Big Bird in a Small Cage. Cada elemento da banda teve oportunidade de evidenciar os seus dotes musicais, assim como o público presente que, perante um Patrick Watson em modo maestro, colocou as suas cordas vocais em funcionamento para se juntar à atuação e terminou com um caloroso aplauso.

Na reta final da atuação, Patrick Watson voltou ao palco, desta vez sozinho, para colocar em votação três dos seus mais conhecidos temas: Lighthouse, To Build a Home e The Great Escape. Esta última foi a mais aclamada pelo público, entrando assim para o alinhamento do concerto, numa atuação ao piano e sem banda. Para terminar, já em total escuridão e talvez num gesto de agradecimento pela forma como foi recebido, o músico ainda interpretou Lighthouse, acabando por deixar de fora apenas To Build a Home, um dos seus maiores êxitos, e que muitos fãs esperariam que fizesse parte do alinhamento esta noite. De qualquer forma, foi certamente com um sorriso na cara que o público regressou a casa, numa noite de fevereiro já por si bastante primaveril e que Patrick Watson, com a sua entrega, boa disposição e talento, ajudou a aquecer ainda mais.

Imagem de perfil de Paulo Lopes
Paulo Lopes
Jornalista
Próximos eventos
Nov
9
Skunk Anansie
Coliseu Porto Ageas, Porto
Nov
11
Skunk Anansie
Coliseu de Lisboa, Lisboa
Nov
14
The Black Crowes
Campo Pequeno, Lisboa
Nov
14
The Black Crowes
Campo Pequeno, Lisboa
Nov
15
Joss Stone
Super Bock Arena, Porto
Nov
17
JP Cooper
Aula Magna, Lisboa
Artigos relacionados
Política de Cookies
O nosso website utiliza cookies para identificar fluxo de tráfego e páginas mais visitadas por cada visitante, sem nunca guardar informação pessoal do utilizador. Esta informação ajuda-nos a perceber o que os nosso público-alvo procura e, com o conhecimento, ajudar-nos a melhorar o serviço que prestamos.