MEO Marés Vivas'17: Os reis escorpiões "picam" no segundo dia do festival

Dia 15 de julho decorreu o segundo dia do festival MEO Marés Vivas, na praia do Cabedelo, em Vila Nova de Gaia, que contou com os Scorpions como cabeças de cartaz. Também Amor Electro, Lukas Graham e Expensive Soul animaram este sábado que tinha tudo para dar certo.

Pouco antes das cinco da tarde, João Pequeno abriu o Palco Santa Casa, seguindo-se Kappa Jotta, Mundo Segundo e convidados. Já no Palco principal, os Amor Electro, banda liderada por Marisa Liz, apresentaram durante uma hora alguns dos principais êxitos - “Mar Salgado”, “Rosa Sangue”, “A Máquina” - e, como já era de esperar, o público começou a ficar mais eletrizante quando o tema “Juntos Somos Mais Fortes” se fez soar na praia de Cabedelo. Para além das músicas dos seus álbuns já conhecidos, a banda portuguesa aproveitou a ocasião para mostrar aos seus fãs algumas músicas do seu próximo disco.

Seguiu-se Lukas Graham - o “puto” irreverente - que se estreou em Portugal em abril deste ano no Coliseu dos Recreios, em Lisboa. Com ele trouxe na bagagem temas como “7 years” e “Mama Said”, sendo que foram as canções mais celebradas pelo público. Paralelamente ao que tinha feito no seu concerto em Lisboa, e de forma a terminar em grande, despiu a t-shirt na despedida aos fãs.

Chega a vez dos cabeças de cartaz do segundo dia do festival, os Scorpions. Celebram 50 anos de carreira e subiram ao Palco principal perto da meia-noite. Um público lotado para ver os “reis escorpiões”.  Os grandes clássicos não ficaram de fora do alinhamento, não tendo havido grandes surpresas. Depois de 50 anos, os reis continuam a conquistar milhares de fãs em todo mundo e a prova disso foi um recinto completamente esgotado.

O álbum apresentado foi maioritariamente o “Return to Forever”, grandes singles da banda alemã que fez com o público não arreda-se pé. Um grande momento para temas que marcaram a juventude dos festivaleiros mais velhos.  Temas como "Going Out With a Bang", "The Zoo", "Always Somewhere" faziam parte da setlist.

A última banda a subir ao palco principal neste segundo dia foi Expensive Soul. Durante mais de uma hora a banda em questão - que conta já com 18 anos de carreira - animou o público com os seus temas dançantes, entre eles “13 Mulheres”, “Cúpido”, “Que Saudade” e “O Amor é Mágico”.

O terceiro e último dia do MEO Marés Vivas decorre este domingo, 16 de julho, tendo Sting como cabeça de cartaz.